Conceito Jurídico De Pessoa

PoD

Conceito Jurídico De Pessoa

De: R$ 380,00Por: R$ 323,00ou X de

Economia de R$ 57,00

Versão
PoD - Impressão sob demanda

Vamos produzir este livro sob demanda para você! Serão acrescidos 5 dias ao prazo do frete dos correios para esta produção. Saiba mais.

Comprar

Especificações

Código ISBNC9786559915347
EditoraEditora Revista dos Tribunais
Data de disponibilidade12/28/21
Sumáriohttps://conteudo.ifcdns.com.br/livrariart/Sumário/9786559915347.pdf
Número de páginas258
Ano de publicação2021
CoordenadoresVitor Greijal Sardas
AutoresVitor Greijal Sardas
Sobre o autorVitor Greijal Sardas é advogado, professor universitário, mestre em Direito e presidente da Comissão Permanente de Direito do Consumidor do Instituto dos Advogados Brasileiros
Degustaçãohttps://proview.thomsonreuters.com/title.html?freemium=true&titleId=rt/monografias/280606213/V1

Livros sob demanda

PoD é a sigla para print on demand – em inglês, impressão sob demanda. Os livros nesta categoria não possuem estoque à pronta entrega e serão impressos e entregues apenas a partir de compras em nosso site.

O prazo de entrega do material já estará registrado quando o CEP for inserido na consulta. Todos os títulos PoD estão identificados com um selo cinza na imagem ao lado esquerdo da capa.

Fique atento no momento da compra, pois não podemos alterar o prazo de entrega.

Os livros desta seção não fazem parte de promoções e não aceitam cupons de desconto.

Saiba Mais

Descrição

Fechamento da edição: 03/11/2021

A obra traça uma evolução histórico-filosófica do conceito de pessoa com as correspondentes repercussões na seara jurídica. Da evolução histórica, traz-se à discussão quais os elementos filosóficos que dão a um ente a qualidade de pessoa. Da noção de humanos não tidos como pessoas a entes considerados pessoas mas que não são humanos, busca-se trazer uma reflexão sobre a necessidade de reconfigurações conceituais. Ainda que fundamental, a noção jurídica de pessoa é objeto de análises superficiais e, via de regra, através de abordagens eminentemente propedêuticas.
Com a perspectiva da singularidade da sociedade moderna, é de se questionar se a ideia vulgar de pessoa, ou até mesmo seu conceito filosófico, exige uma reformulação. Inteligência artificial, escravidão, servidão, embriões humanos, animais e a natureza em si fazem parte desta discussão. Desta análise única, cabe-nos questionar quais as repercussões jurídicas deste necessário novo conceito de pessoa.

Avaliações

Clientes também compraram