RewardsConfig

Área de InteresseDireito DigitalRelações trabalhistas ou não trabalhistas na economia do compartilhamento
60%OFF

Relações trabalhistas ou não trabalhistas na economia do compartilhamento

Selecione o Tipo:
Versão
Print

Descrição

Fechamento da edição: 23/06/2021

A economia do compartilhamento, no sentido de um sistema negocial de compartilhamento entre pares, com auxílio de tecnologias digitais, é um conceito “guarda-chuva”, que se compõe de várias perspectivas: uma delas diz respeito ao trabalho humano. Sob essa perspectiva, a economia do compartilhamento dá lugar ao fenômeno da gig economy, termo de difícil tradução para língua portuguesa e que, muito embora venha sendo traduzido como “economia dos bicos” ou “economia sob demanda”, representa um fenômeno muito mais complexo. Dentro da gig economy, existem diversas categorias de novos trabalhadores e de relações que são marcadas pela heterogeneidade e pela multimodalidade, as quais estão, muitas vezes, fora do sistema tuitivo juslaboral. Nesse sentido, debate-se a possibilidade de uma maior proteção jurídica às novas relações de trabalho criadas pelo fenômeno da gig economy, lançando mão de interdisciplinaridade: um verdadeiro diálogo de inspiração protetivo entre o direito do consumidor e o direito do trabalho como uma forma de se pensar essas novas relações.
VER MAIS
R$ 324,00
R$ 129,60
ou 2x de R$ 64,80 sem juros
Quantidade


Calcule o prazo de entrega

Não sei meu CEP