Coleção Tratado de Direito Administrativo - 7 volumes - 3° Edição

Lançamento

Coleção Tratado de Direito Administrativo - 7 volumes - 3° Edição

De: R$ 2.270,00Por: R$ 1.929,00ou X de

Economia de R$ 341,00

Comprar

Especificações

Data de disponibilidade6/28/22
Ano de publicação2022
AutoresMaria Sylvia Zanella Di Pietro e Wallace Paiva Martins Junior, Fabrício Motta, Thiago Marrara, Luciano Ferraz, Aline Lícia Klein, Floriano de Azevedo Marques Neto, Romeu Felipe Bacellar Filho, Ricardo Marcondes Martins, Irene Patricia Nohara, José dos Santos Carvalho Filho, Fernando Dias Menezes de Almeida

Descrição

Volume 1
Fechamento da edição: 28/04/2022

O Direito Administrativo evoluiu – e continua a evoluir – de forma espetacular nas últimas décadas. Continuam a surgir novos temas, a se aprofundar no estudo de temas antigos, a enriquecerem as bibliotecas com a produção científica de novos doutrinadores, que vêm aliando seus conhecimentos aos de doutrinadores de escolas que fizeram a história do Direito Administrativo nacional e estrangeiro. 
A globalização, a aproximação (no direito comunitário europeu, entre os sistemas de base romanística e da common law), a influência da ciência política e da ciência econômica, os princípios do neoliberalismo, e, paralelamente, o movimento em favor da centralidade da pessoa humana, produziram profundas transformações, algumas até contraditórias, para o âmbito do Direito Administrativo. 
Os autores foram selecionados entre juristas da área, alguns com longo caminho já percorrido, outros da ala mais jovem desse ramo do direito, todos com trabalhos já publicados de reconhecido valor e qualidade no âmbito do Direito Administrativo. A obra está sendo lançada em sua terceira edição, devidamente revista, com correções na redação e aperfeiçoamento de ideias e teorias.
Destaques da atualização do volume:  

Referência à alteração na composição da União Europeia, principalmente em decorrência da saída da Grã-bretanha (Parte I, capítulo 3) 

Comentado o regime jurídico dos contratos privados celebrados pela Administração Pública, como resultado da alteração da Lei nº 14.133/2021.

Volume 2
Fechamento da edição: 29/04/2022

O Direito Administrativo evoluiu – e continua a evoluir – de forma espetacular nas últimas décadas. Continuam a surgir novos temas, a se aprofundar no estudo de temas antigos, a enriquecerem as bibliotecas com a produção científica de novos doutrinadores, que vêm aliando seus conhecimentos aos de doutrinadores de escolas que fizeram a história do Direito Administrativo nacional e estrangeiro. 
A globalização, a aproximação (no direito comunitário europeu, entre os sistemas de base romanística e da common law), a influência da ciência política e da ciência econômica, os princípios do neoliberalismo, e, paralelamente, o movimento em favor da centralidade da pessoa humana, produziram profundas transformações, algumas até contraditórias, para o âmbito do Direito Administrativo. 
Os autores foram selecionados entre juristas da área, alguns com longo caminho já percorrido, outros da ala mais jovem desse ramo do direito, todos com trabalhos já publicados de reconhecido valor e qualidade no âmbito do Direito Administrativo. A obra está sendo lançada em sua terceira edição, devidamente revista, com correções na redação e aperfeiçoamento de ideias e teorias. 
 
Destaques da atualização do volume:    

atualização do regime de licitações e contratos em decorrência da edição da Lei nº 14.133/2021  

referência a novos posicionamentos relevantes colhidos na jurisprudência  

Volume 3
Fechamento da edição: 28/04/2022

O Direito Administrativo evoluiu – e continua a evoluir – de forma espetacular nas últimas décadas. Continuam a surgir novos temas, a se aprofundar no estudo de temas antigos, a enriquecerem as bibliotecas com a produção científica de novos doutrinadores, que vêm aliando seus conhecimentos aos de doutrinadores de escolas que fizeram a história do Direito Administrativo nacional e estrangeiro. 
A globalização, a aproximação (no direito comunitário europeu, entre os sistemas de base romanística e da common law), a influência da ciência política e da ciência econômica, os princípios do neoliberalismo, e, paralelamente, o movimento em favor da centralidade da pessoa humana, produziram profundas transformações, algumas até contraditórias, para o âmbito do Direito Administrativo. 
Os autores foram selecionados entre juristas da área, alguns com longo caminho já percorrido, outros da ala mais jovem desse ramo do direito, todos com trabalhos já publicados de reconhecido valor e qualidade no âmbito do Direito Administrativo. A obra está sendo lançada em sua terceira edição, devidamente revista, com correções na redação e aperfeiçoamento de ideias e teorias.

Destaques da atualização do volume:  

Atualizado com as normas:

Decreto 10.935/2022 (sobre a proteção das cavidades naturais subterrâneas existentes no território nacional)

Lei 14.133/2021 (nova lei de licitações e contratações públicas),

Lei 14.230/2021 (improbidade administrativa) 

Lei 14.285/2021 

Atualizações sobre juros compensatórios, moratórios e honorários advocatícios nas desapropriações

Mediação e arbitragem nas desapropriações

Volume 4
Fechamento da edição: 09/05/2022
O Direito Administrativo evoluiu – e continua a evoluir – de forma espetacular nas últimas décadas. Continuam a surgir novos temas, a se aprofundar no estudo de temas antigos, a enriquecerem as bibliotecas com a produção científica de novos doutrinadores, que vêm aliando seus conhecimentos aos de doutrinadores de escolas que fizeram a história do Direito Administrativo nacional e estrangeiro. 
A globalização, a aproximação (no direito comunitário europeu, entre os sistemas de base romanística e da common law), a influência da ciência política e da ciência econômica, os princípios do neoliberalismo, e, paralelamente, o movimento em favor da centralidade da pessoa humana, produziram profundas transformações, algumas até contraditórias, para o âmbito do Direito Administrativo. 
Os autores foram selecionados entre juristas da área, alguns com longo caminho já percorrido, outros da ala mais jovem desse ramo do direito, todos com trabalhos já publicados de reconhecido valor e qualidade no âmbito do Direito Administrativo. A obra está sendo lançada em sua terceira edição, devidamente revista, com correções na redação e aperfeiçoamento de ideias e teorias. 

Destaques da atualização do volume:  

Reflexos da nova lei de licitações e contratações públicas (Lei 14.133/2021);

Avanços legislativos em temas de autorregulação (tal como a sua aplicação ao setor ferroviário pela Lei 14.273/2021);

Análise específica do acórdão do STF que decidiu, com repercussão geral, a questão da admissibilidade da delegação do poder de polícia de trânsito a entidades da Administração indireta.

Volume 5
Fechamento da edição: 20/04/2022

O Direito Administrativo evoluiu – e continua a evoluir – de forma espetacular nas últimas décadas. Continuam a surgir novos temas, a se aprofundar no estudo de temas antigos, a enriquecerem as bibliotecas com a produção científica de novos doutrinadores, que vêm aliando seus conhecimentos aos de doutrinadores de escolas que fizeram a história do Direito Administrativo nacional e estrangeiro. 
A globalização, a aproximação (no direito comunitário europeu, entre os sistemas de base romanística e da common law), a influência da ciência política e da ciência econômica, os princípios do neoliberalismo, e, paralelamente, o movimento em favor da centralidade da pessoa humana, produziram profundas transformações, algumas até contraditórias, para o âmbito do Direito Administrativo. 
Os autores foram selecionados entre juristas da área, alguns com longo caminho já percorrido, outros da ala mais jovem desse ramo do direito, todos com trabalhos já publicados de reconhecido valor e qualidade no âmbito do Direito Administrativo. A obra está sendo lançada em sua terceira edição, devidamente revista, com correções na redação e aperfeiçoamento de ideias e teorias. 

Destaques da atualização do volume:  

Atualizações sobre o silêncio translativo; classificação dos atos quanto à formalização, especialmente tendo em vista a documentação eletrônica; à teoria do ato administrativo eletrônico, considerando, principalmente, a edição da Lei 14.129/21, que disciplinou o Governo Eletrônico; e à modulação de efeitos prevista no Decreto Federal 9.830/19;

Quanto ao procedimento administrativo, o volume investiga inovações legislativas estaduais, como a Lei Estadual 20.656/21, que regulamenta o processo administrativo no âmbito do Estado do Paraná. 

Volume 6
Fechamento da edição: 12/05/2022

O Direito Administrativo evoluiu – e continua a evoluir – de forma espetacular nas últimas décadas. Continuam a surgir novos temas, a se aprofundar no estudo de temas antigos, a enriquecerem as bibliotecas com a produção científica de novos doutrinadores, que vêm aliando seus conhecimentos aos de doutrinadores de escolas que fizeram a história do Direito Administrativo nacional e estrangeiro. 
A globalização, a aproximação (no direito comunitário europeu, entre os sistemas de base romanística e da common law), a influência da ciência política e da ciência econômica, os princípios do neoliberalismo, e, paralelamente, o movimento em favor da centralidade da pessoa humana, produziram profundas transformações, algumas até contraditórias, para o âmbito do Direito Administrativo. 
Os autores foram selecionados entre juristas da área, alguns com longo caminho já percorrido, outros da ala mais jovem desse ramo do direito, todos com trabalhos já publicados de reconhecido valor e qualidade no âmbito do Direito Administrativo. A obra está sendo lançada em sua terceira edição, devidamente revista, com correções na redação e aperfeiçoamento de ideias e teorias. 

Destaques da atualização do volume:  

Atualização de todo o conteúdo com base na Lei nº 14.133/2021 (Nova Lei de Licitações e Contratos)

Volume 7
Fechamento da edição: 04/05/2022

O Direito Administrativo evoluiu – e continua a evoluir – de forma espetacular nas últimas décadas. Continuam a surgir novos temas, a se aprofundar no estudo de temas antigos, a enriquecerem as bibliotecas com a produção científica de novos doutrinadores, que vêm aliando seus conhecimentos aos de doutrinadores de escolas que fizeram a história do Direito Administrativo nacional e estrangeiro. 
A globalização, a aproximação (no direito comunitário europeu, entre os sistemas de base romanística e da common law), a influência da ciência política e da ciência econômica, os princípios do neoliberalismo, e, paralelamente, o movimento em favor da centralidade da pessoa humana, produziram profundas transformações, algumas até contraditórias, para o âmbito do Direito Administrativo. 
Os autores foram selecionados entre juristas da área, alguns com longo caminho já percorrido, outros da ala mais jovem desse ramo do direito, todos com trabalhos já publicados de reconhecido valor e qualidade no âmbito do Direito Administrativo. A obra está sendo lançada em sua terceira edição, devidamente revista, com correções na redação e aperfeiçoamento de ideias e teorias. 

Destaques da atualização do volume:  

Atualizado com os comentários ao novo microssistema de improbidade administrativa, resultante das profundas alterações introduzidas pela Lei 14.230/2021 na Lei 8.429/1992 (Lei de Improbidade Administrativa – LIA).

Compre junto

Avaliações

Pergunte e veja opiniões de quem já comprou

Clientes também compraram