Banner Lateral Esquerdo

Instituições de Direito Romano - 3ªEd.

Autores: Luiz Antonio Rolim
Editora: Revista dos Tribunais
  • avalie
  • compartilhe
No Direito Romano está o fundamento que lastreia toda a Ciência Jurídica, tanto de civil como de common law, e seu estudo é imprescindível para aquele que pretenda uma formação sólida, que ultrapasse a mera técnica automatizada e fria.
Em linguagem clara e objetiva, o Autor examina, inicialmente, o desenvolvimento do Direito Romano através dos seus diferentes períodos, até o Renascimento, finalizando o tema com a sua recepção pelos Direitos nacionais. Numa segunda etapa, estuda os institutos que chegaram até os nossos dias: direito das pessoas, status libertatis, status civitatis, status familiae, capitis deminutio, casamento, tutela e curatela, pessoas jurídicas, direito das coisas, direitos reais próprios e sobre coisa alheia, posse, garantia, obrigações, contratos, delito e sucessões.
É de mencionar que a presente obra, além de proporcionar um conhecimento aprofundado do Direito, a partir de suas origens mais importantes, tem grande papel no enriquecimento de trabalhos de conclusão de curso, monografias, dissertações e teses.
ISBN: 978-85-203-3310-5
Código de Barras: 9788520333105
Páginas: 318
Peso: 315,00 gr
Edição nº 3
Ano de publicação: 2008
Sumário não disponível para este produto
Dê a sua opinião sobre este produto preenchendo o formulário abaixo: (Todos os campos são de preenchimento obrigatório)

A Livrariart.com.br reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião. Opiniões que não forem exclusivamente sobre o produto também serão desconsideradas.

"Ofertas válidas enquanto durarem nossos estoques. Preços, condições de pagamento e frete válidos exclusivamente para compras efetuadas neste site, não valendo necessariamente para nossas lojas físicas. Todos os preços e condições comerciais estão sujeitos a alteração sem aviso prévio. As imagens dos produtos são meramente ilustrativas." A simples inclusão de um produto no "carrinho de compras" não implica na efetivação da compra. Desta forma, sempre prevalecerá o preço do produto vigente no momento da "finalização" da operação de compra pelo consumidor, no caso de alteração de preço entre a data de sua colocação do "carrinho de compras" e a efetivação da compra. A inclusão do produto no "carrinho de compras" também não implica em sua reserva pelo consumidor, estando o mesmo sujeito a eventual término dos estoques."